08/11/2008

Ainda a propósito da Biblioteca Escolar e da Web 2.0...

Reiterando a mesma ideia que colocámos no outro post, se os tempos e os utilizadores mudam, então a Biblioteca Escolar no cumprimentos das suas funções deve orientar-se para essa processo e adaptar-se à realidade que serve.
Se as Bibliotecas Escolares podem beneficiar da utilização de um blogue no cumprimento da sua missão, alargando e prolongando o âmbito e a acção da biblioteca para fora dos seus limites físicos, permite-nos também ter a possibilidade de continuarmos a manter uma relação directa com os utilizadores de uma biblioteca, de uma escola, de uma comunidade educativa, ou de uma comunidade… Mas, se a esse blogue adicionarmos valor, recorrendo a outras ferramentas e tecnologias disponíveis na Web, estamos decerto a aproximar-nos de um objectivo importante que é também o de estabelecer pontes de comunicação e contacto entre os indivíduos - contactos que são nucleares à natureza humana. Pelo que a biblioteca deve caminhar para ser também um espaço social que oferece recursos virtuais para todos e entre todos. E todos, numa instituição de ensino, são na verdade todos aqueles a quem é necessário disponibilizar informação, mas também promover o acesso e divulgação de recursos seleccionados (com a sua ajuda, por exemplo) que sirvam aprendizagens específicas no domínio do currículo formal ou informal e que podem ser o caminho para se iniciar um trabalho colaborativo entre a sala de aula e a Biblioteca. Num trabalho articulado, deste género, em que há evidentes vantagens em conhecer os melhores recursos que sirvam para a concretização de situações de aprendizagem específicas, é extremamente importante o envolvimento de todos os profissionais (professores, psicólogos, técnicos do ensino especial…) ligados ao processo de ensino-aprendizagem. Há que pensar conjuntamente nos critérios que se estabelecem, na informação a seleccionar, atendendo a que a Biblioteca como recurso transversal pode e deve servir/ajudar, ao nível de uma escola, numa boa política de selecção de informação que ajude o professor a ter uma ampla gama de recursos que sirvam os conteúdos em estudo nas diversas áreas curriculares (disciplinares ou não disciplinares). E os professores globalmente falando? Serão óptimos parceiros para colaborar na identificação de recursos de qualidade, na identificação das palavras-chave que vão ao encontro das necessidades dos alunos….Apenas um domínio em que a Biblioteca pode continuar a apostar, fazendo agora uso do recurso a novas ferramentas…Mas pensemos ainda na outra dimensão que seria poder partilhar apresentações de projectos/trabalhos realizados por alunos (em grupo ou individualmente, no contexto de uma disciplina ou outra área curricular… ). Como podemos na Biblioteca divulgar esses documentos sem os enviar para todos? Mais uma vez o recurso à tecnologia. Partindo por exemplo do nosso blogue, apenas fornecemos os links, atendendo a que os podemos disponibilizar em sites de partilha de ficheiros [ex: - http://www.flickr.com/ - imagens; http://www.youtube.com/ – vídeo; http://www.slideshare.net/ - apresentações multimédia / PowerPoint; - http://www.scribd.com/ - PDF e Documentos Office]. Muitas outras dinâmicas podiam ser perspectivadas. Vamos à descoberta.
Uma opinião…

Sem comentários:

Enviar um comentário