26/11/2012

Tecnologia Móvel e a Biblioteca Escolar


As tecnologias móveis  entre os jovens, tornam-se cada vez mais parte integrante do nosso presente. 
Estamos em tempos de movimentos em reação, de âmbitos semióticos e da cultura da simulação, que implicam o construtivismo social. Os alunos tem a tecnologia incorporada, nascem e crescem com as tecnologias digitais presentes na sua vivência – os nativos digitais apresentam-se quase como uma nova espécie e os sistemas de ensino como obsoleto quanto aos métodos de ensino para esse público (Prensky, 2001).
A natureza e difusão de tecnologias móveis emergentes entre os jovens implicam alteração dos ecossistemas de aprendizagem, sobretudo no que ao m-learnig diz respeito e onde mais claramente as questões relacionadas com BYOD (Bring Your Own Device) e com o aprender em qualquer hora e em qualquer lugar (any time, any where) tomam forma.
Estamos de estar preparados, ao nível das bibliotecas para ter uma nova filosofia nos serviços oferecidos, que estão para além do acesso físico aos recursos e podem ser geradores de (novo) conhecimento, facilitando e trabalhando transversalmente as diversas literacia, particularmente a da leitura, da informação, média, digital e tecnológica, associada ao currículo e às aprendizagens dos alunos.

Um novo desafio para a BE é transpor o seu espaço físico, permitindo não apenas o acesso a informação organizada fora do seu espaço a qualquer momento, mas sobretudo promover a partilha de produção de conhecimentos como os seus utilizadores, ampliando assim as oportunidades de aprendizagem. É neste contexto que deve surgir um projeto de intervenção, onde a biblioteca escolar possa desenvolver um trabalho de proximidade com a comunidade ao nível da articulação curricular, mas que deseja  reforçar face aos desafios que se colocam com a natureza móvel de tecnologias emergentes. Deve-se corporizar um sistema que estimule a aprendizagem any time, any where.

Então o desafio, no âmbito de encontrar  novas formas de prestar apoio aos utilizadores, a biblioteca pode desenvolver um site específico para ser usado com os dispositivos móveis dos alunos - Por exemplo uma m-biblioteca (biblioteca mobile)....


Fica a sugestão e um tutorial que ajuda a criar um website móvel, com o Editor de Website Móvel – Google sites  http://www.google.com/sites/help/mobile-landing-pages/mlpb.html

Sem comentários:

Enviar um comentário