30/10/2008

O Social Bookmarking

Social bookmarking (marcadores sociais), Social Tagging, ou apenas tagging é pois um método de armazenar e organizar a informação disponível na Internet mediante etiquetas (tags), isto é, palavras‐chave. A este processo de indexar recursos também se costuma chamar Folksonomia (é uma analogia à taxonomia, mas inclui o prefixo folks, palavra da língua inglesa que significa pessoas.)

De entre os diversos serviços na internet de social bookmarking, destacamos o Diigo (http://www.diigo.com/). Ver os principais passos em:

27/10/2008

Avaliar Blogues na escola - como?

Aproveito a ideia transmitida pela Teresa Fragoso, no blogue O MAR AKI TÃO PERTO, que passo a citar: "
Ao criar e dinamizar um blog com informação escolar, o professor deve acompanhar os seus alunos na abordagem dos conteúdos e na exploração dos materiais. Penso que será aqui, nas aulas, que o professor pode chamar a atenção dos seus alunos para a fiabilidade dos blogs existentes bem como os riscos que informações incorrectas e/ou malévolas os mesmos possam conter."

Para acrescentar mais uma opinião sobre a temática de avaliação. Creio que quer no nosso papel de formadores, quando recorremos ao uso de blogues na nossa prática lectiva [ou se temos intenção de os criar...], quer enquanto coordenadores de Biblioteca em colaboração com os restantes professores, deverá privilegiar esta atitude pedagógica - que é formar para a literacia da informação. E nesse âmbito um programa definido em conjunto e a construção de um modelo que ensine os alunos a avaliar este tipo de recurso, afigura-se-me como uma estratégia muito interessante. Analisando os documentos propostos, nomeadamente as questões que se colocam no documento Search & Research ~ Evaluating a Website, e cruzando com o CRITICAL EVALUATION OF A WEBLOG, creio que seria possível a nível de escola, construirmos uma grelha de análise que ajudasse a formar os nossos alunos para o uso da informação que também este meio disponibiliza.

25/10/2008

Avaliação da qualidade de blogues



Confiar ou não na informação publicada na internet é um problema e simultaneamente um desafio para todos os que frequentam usualmente a blogosfera. Este século XXI, permite a qualquer um ser repórter e editor, desde que domine minimamente algumas ferramentas da Web. Facilmente se partilham notícias, ideias, opiniões, afinidades temáticas e relações de interesses…
Um poder [de produzir e interagir com muitos/em comunidade] que nos é conferido também pela tecnologia e multiplica os sítios com conteúdo dinamicamente gerado – locais de debate, de experiências, repositórios de informação, são também importantes recursos pedagógicos e acreditamos poderem transformar-se em estratégias que operacionalizem situações de aprendizagem inovadoras!
Mas a multiplicidades e o facto de qualquer um poder criar um blogue, não lhe confere por si só credibilidade e qualidade. Como participantes nesta odisseia internauta teremos de ter uma atitude atenta, um olhar prospectivo, de auto-questionamento, avaliando o seu todo. Não nos deixarmos enganar pela aparência, sendo que é sempre uma boa porta de entrada, e apenas pelos aspectos técnicos, mas ver mais profundamente aspectos relacionados com o conteúdo. Os especialistas vão recorrentemente procurando estabelecer critérios e indicadores de avaliação da qualidade, quer para a análise de conteúdo, como para a arquitectura e design gráfico.
Deixemos que alguns dos especialistas falem por nós. Convido-vos a ver o slideshare - Avaliação da qualidade de blogues.

Início da Viagem...

Inicio esta viagem neste meu blogue para inspiração… citando José Luis Orihuela:

"Los bloguers somos como los dj´s de la información"


José Luis Orihuela, Outubro 2006, autor do blogue
eCuaderno.




E com este slideshare - Creative Web 2.0 Learning

Creative Web 2.0 Learning
View SlideShare presentation or Upload your own. (tags: creativity library)




Gestão da Biblioteca Escolar - ajuda técnica

2017 18 relatorio-pm_base_dados_junho de Helena Duque